Após vários anos sem correção, 2021 começa com uma nova Lei Orçamentária que tem reflexos nos valores a comprovar para vistos e outros trâmites de imigração.

A principal novidade é a atualização do “Indicador Público de Renta de Efectos Múltiples”, que tem um aumento de 27,06 euros ou aproximadamente 5% em seu valor unitário. Esse índice tem reflexo nas mais diversas relações, desde o valor a receber em bolsas e ajudas públicas até o valor a pagar em taxas por serviços públicos ou comprovação de renda para determinados procedimentos como ser beneficiário de Assistência Jurídica Gratuita.

No âmbito dos vistos, para estudar um ano na Espanha, o estudante deve agora comprovar possuir 327,72 euros a mais do que ao longo dos últimos 4 anos quando o indicador de referência se manteve estável. No mesmo sentido, uma família com 3 membros que tramita um visto de residência não lucrativa, teve um incremento de 162,36 euros ao mês ou 1.948,21 euros no total de rendimentos a comprovar.

Nesse link você pode conferir todos os valores atualizados.

O salário mínimo ainda não foi atualizado. Se mantém também – até o momento – o valor a comprovar para entrar como turista.

A enorme estabilidade da moeda comum, o euro, faz com que a inflação seja muito pequena na Europa de um modo geral. Assim também ocorre com as taxas de juros. No caso da dívida pública, os juros podem chegar a ser negativos, isto é, o Estado recebe dinheiro emprestado e no lugar de pagar juros, quem paga foi quem emprestou o dinheiro. Isso mesmo, o investidor paga para ter seu dinheiro bloqueado (nesse caso por 10 anos) sabendo de antemão que vai receber de volta um valor 0,016% menor. Evidentemente, o “lucro” reside em deixar o patrimônio estável durante esse tempo.

Salário médio na Espanha

  • Empregado: 23.531 € / ano
  • Chefe: 43.056 € / ano
  • Diretor: 86.257 € / ano

Salário mínimo na Espanha

  • Diário: 31,66 €
  • Mensal: 950,00 €
  • Anual: 13.300,00 €

Valor para entrar como turista na Espanha

  • Valor por dia: 95,00 €
  • Mínimo total: 855,00 €

IPREM (Indicador Público de Renta de Efectos Múltiples) Espanha

  • 100%: 564,90 €
  • 400%: 2.259,60 €