Um dos principais requisitos para obter a nacionalidade espanhola por residência na Espanha é superar as provas de conhecimentos gerais (CCSE) e de espanhol (DELE) aplicadas pelo Instituto Cervantes.

Quem está nesse processo sabe que nem sempre é fácil conseguir vagas para prestar esses exames, já que a procura é grande e eles são aplicados no máximo uma vez por mês, e nos períodos de férias não há exames. A procura é tanta que as vezes chega a ser necessário viajar para outras cidades onde existam vagas.

A prova de espanhol, ainda que seja de nível básico, é bem completa e inclui a avaliação de 4 habilidades (compreensão de leitura, expressão e interação escritas, compreensão auditiva e expressão e interação oral). Por isso o exame chega a durar até 5 horas, e em alguns casos é dividido em mais de um dia de prova.

PROVAS À DISTÂNCIA

Com a PANDEMIA da COVID-19, ficar tanto tempo em um ambiente fechado é perigoso. Por isso, a maioria dos concursos públicos foi suspensa. É verdade que alguns foram mantidos com provas ao ar livre; mas como fazer no inverno ou em dias de chuva? A boa notícias é que estão previstas para em breve facilidades para realizar as provas de nacionalidade.

Ante essa situação, o Ministério da Justiça alterou o regulamento do processo de nacionalidade dotando de autonomia o Instituto Cervantes para que possa aplicar as provas DELE e CCSE à distância.

Até o momento, o regulamento determinava que os exames deveriam ser realizados presencialmente nas sedes do Instituto Cervantes ou nos centros autorizados (normalmente escolas de idiomas). Com a alteração no regulamento, o Instituto responsável pela gestão da prova deverá habilitar canais para fazer as provas fora desses locais.

O único requisito imposto pelo Ministério da Justiça é que o método utilizado seja capaz de comprovar a identidade do candidato e que ele está seguindo as regras da prova. Assim, ainda se está por ver se o Instituto Cervantes criará uma ferramenta que permita fazer as provas em casa ou se será necessário se apresentar em algum local que facilite o acesso à internet e onde exista um fiscal que controle o exame.

TEMPO PARA RECEBER O RESULTADO

Um problema que já é tradicional é a demora para receber o resultado dessas provas. Como normalmente já se leva tempo para conseguir fazer a prova, qualquer demora no resultado já pode atrasar os planos de quem deseja solicitar a nacionalidade o quanto antes logo após completar o tempo de residência necessário.

Para evitar “perder tempo” sempre recomendamos fazer as provas com antecedência, já que elas podem ser realizadas antes de haver completado o tempo de residência necessário. No caso do CCSE, o resultado obtido vale por 4 anos. No caso do DELE, vale para sempre.

Se bem no caso do CCSE o resultado costuma chegar em 20 dias. Para o DELE são necessários normalmente 2 meses de espera, podendo chegar a 4 meses em períodos de férias. E o candidato deve esperar todo esse tempo para poder dar entrada no processo de nacionalidade.

Com a possibilidade de fazer as provas à distância, a expectativa é que se facilite o trabalho dos corretores, e que o resultado possa levar menos tempo para chegar ao candidato. Está nas mãos do Instituto Cervantes fazer os ajustes necessários para que isso possa ocorrer.