Dirigir na Espanha



É possível dirigir na Espanha com a Carteira de Habilitação (CNH) Brasileira. Porém quem vai estar por mais de 6 meses no exterior deve ter muita atenção aos prazos para poder seguir dirigindo depois desse período.

A Espanha aceita a carteira de motorista brasileira, de modo que não é necessário solicitar a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Esse último documento só tem sentido se você pretende viajar para outros países que não admitem a CNH do Brasil. Porem se você vai residir no exterior por mais de 6 meses, terá que fazer o procedimento de trocar da carteira brasileira pela espanhola. Veja aqui como funciona.

- Dirigir os 6 primeiros meses com a CNH brasileira
- Dirigir depois dos 6 primeiro meses
- A troca ou canje da carteira brasileira pela espanhola
- Procedimento


TURISTAS, ESTUDANTES E RESIDENTES 

(os 6 primeiros meses)


A CNH brasileira é válida para dirigir na Espanha por 6 meses desde a entrada no país como turista ou desde a obtenção de uma autorização de residência. Contudo, é necessário também que o titular da CNH brasileira tenha a idade mínima para obtenção da habilitação correspondente na Espanha. Para automóveis a idade é a mesma. Porém, para motos com mais de 35 Kw de potência a idade mínima é de 20 anos.

  Categoria   Especificação   Idade  
AM Ciclomotores, triciclos e quadriciclos leves (sem passageiros) 15 anos
A1 Motocicletas de até 125 cilindradas e potência máxima de 11 Kw 16 anos
A2 Motocicletas com potência máxima de 35 Kw 18 anos
A Motocicletas sem limite cilindrada ou potência 20 anos
B Automóveis de até 3.500 Kg e capacidade para 8 passageiros (mais o motorista) 18 anos

Para dirigir basta estar com a CNH brasileira em vigor e o Passaporte com o carimbo de entrada na Espanha (ou em outro país do Espaço Schengen) inferior a 180 dias. E se for o caso, a autorização de residência expedida há menos de 180 dias.

ATENÇÃO: Para dirigir na Espanha não é necessário solicitar a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Esse documento é reconhecido pela Espanha, mas é totalmente desnecessário, basta a CNH brasileira. A PID só tem utilidade no caso de se ter que dirigir em outros países que não aceitam a CNH brasileira.

ESTUDANTES E RESIDENTES 

(a partir de 6 meses)

 

Foto: Dorte
Passados 6 meses desde a entrada no país ou desde a obtenção da autorização de residência, a CNH brasileira já não pode ser utilizada para dirigir na Espanha. Nesse caso, o brasileiro tem a opção de fazer a troca da carteira brasileira pela espanhola ou fazer as aulas e exames para obter uma carteira adicional espanhola.

A melhor opção depende das necessidades e objetivos de cada pessoa. Como veremos, quase sempre é melhor fazer a troca. De qualquer forma, como algumas pessoas podem se interessar por obter uma carteira espanhola partindo do zero, vamos tratar sobre essa modalidade em outro post específico.


Troca da Carteira (CNH) / Canje del Permiso

 

O Brasil e a Espanha mantêm um acordo que permite a troca da carteira de habilitação emitida pelos dois países. Com a troca da carteira, a pessoa entrega a CNH brasileira, que é enviada ao Brasil, e recebe uma nova carteira de habilitação espanhola.

Uma das maiores vantagens de fazer a troca é que a carteira espanhola é renovada a cada 10 anos (para quem tem menos de 65 anos de idade). Assim não existe o problema de ficar com a carteira vencida no Brasil, já que a CNH só se pode renovar pessoalmente. Por isso, a troca é indicada para quem pretende viver por um longo período na Europa. De fato, com o permiso de conducción espanhol é possível dirigir em toda União Européia.

Foto: Gregg O'Connell
Ao voltar ao Brasil de férias, é possível dirigir por 6 meses com a carteira espanhola, acompanhada do Passaporte para comprovar que não terminou esse período. Se o retorno for definitivo ou superior à 6 meses, é possível fazer a troca pela CNH brasileira que tínhamos inicialmente.

A troca é feita sem nenhuma prova para quem possui as categorias A, B e B+E no Brasil. Quem possui a categoria A, recebe na Espanha todas as categorias de moto (AM, A1, A2 e A). Quem possui a categoria B, recebe na Espanha também a B. No caso da categoria B+E do Brasil (para levar reboques com até 6.000 Kg), com a troca a pessoa recebe a mesma categoria B+E da Espanha. Porém, o limite do reboque aqui é de 3.500 Kg. Para a troca das categorias C, D e E é preciso fazer provas teóricas e práticas.

A tabela de equivalência é a seguinte:

   Espanha                                        Brasil

   A       B       C       D       B+E       C+E       D+E   
A1    X   





A    X   





B
   X   




B+E



   X   

C1-C

   X   



C1-C+E




   X   
D1-D


   X   


D1-D+E





   X   

IMPORTANTE: Para solicitar o canje de permiso é necessário que a CNH brasileira não esteja vencida e que tenha sido emitida antes da entrada na Espanha ou da expedição da autorização de estância ou residência. Se a sua CNH vencer enquanto você estiver na Espanha, não será possível fazer a troca, nem voltando ao Brasil para renová-la, pois a data de expedição da carteira renovada será posterior a data do início da residência na Espanha. Então se a sua CNH vence antes dos 6 meses desde que você entrou no país, a troca deve ser solicitada já.

Ademais, para solicitar o canje é preciso ter uma autorização de estância ou residência no país.

Procedimento


É possível iniciar o procedimento fazendo um agendamento diretamente na Jefatura Provincial de Tráfico correspondente ao seu domicílio. Porém, é muito mais cômodo fazer isso pela internet.

1º) Entre na página da Dirección General de Tráfico (DGT) e localize o link canje de permiso.



2º) Clique em "Solicitar cita previa para Canjes de terceros países".



3º) Agora você deve selecionar "Cita previa individual" e escolher "Brasil".



4º) O sistema abrirá um formulário para preencher nossos dados pessoais. Será necessário informar o número de tarjeta de residencia e o número de nossa CNH. (Aqui veremos o lembrete de que não será efetuado o canje se nossa CNH tiver sido expedida depois do início de nossa residência na Espanha).


5º) Agora a DGT irá enviar os seus dados ao Brasil para que sejam confirmados pelo órgão responsável. Depois de algumas semanas aparecerá a confirmação do agendamento na mesma página. Você poderá acompanhar esse processo repetindo os passos 1 e 2. Clicando em "Consultar Cita previa para Canjes".



6º) Quanto a cita for confirmada aparecerá como "ACEPTADA". Nesse dia você deverá comparecer à Jefatura Provincial de Tráfico correspondente para encaminhar a confecção da carteira de habilitação espanhola. O prazo de entrega pelos correios é de aproximadamente 30 dias. Porém desde o dia da cita você receberá uma carteira provisória (em papel) para dirigir enquanto não chega a definitiva.

Os documentos que devem ser levados no dia da cita são:
  • Formulário oficial (pode ser preenchido no momento);
  • Documento de identidade de estrangeiro (NIE);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira;
  • Informe de aptitud psicofísica (este é um exame de visão e psicotécnico que se faz em qualquer Centro de Reconocimiento de Conductores. Em todas as Províncias existem diversos desses centros próximos à Jefatura de Tráfico. É conveniente fazer o exame depois de confirmada a cita, pois este tem prazo de validade de 3 meses);
  • Fotografia tamanho documento.

http://www.facebook.com/espanhalegal.info


Ficou com dúvidas? Entre em contato que responderemos o mais breve possível!

Dirigir na Espanha Dirigir na Espanha Reviewed by Víctor on 21:56 Rating: 5