Como ser admitido para cursar uma Graduação em uma Faculdade na Espanha



O ingresso em uma Graduação para cursar uma Faculdade na Espanha pode ser feito de três maneiras: vestibular (selectividad), transferência (com convalidación de ao menos 30 créditos) ou ingresso como titulado (para quem já possui algum curso superior).

Se você ainda não sabe onde estudar, talvez lhe interessar conhecer as melhores Universidades da Espanha na sua área. Também pode lhe interessar conhecer as principais bolsas de estudo na Espanha.


1. VESTIBULAR OU SELECTIVIDAD


O meio mais comum para quem começa uma Faculdade pela primeira vez é fazer o vestibular ou selectividad na Espanha. Como comentamos aqui, no vestibular não entram todas as matérias do colégio como no Brasil. Na Espanha, as provas são relacionadas com a área da carreira escolhida, e se dividem em provas obrigatórias e outras optativas que se podem escolher entre as opções dadas por cada universidade.

Foto: Elaine Faith
Na Espanha também existe a possibilidade de prestar o vestibular em uma Universidade e se matricular em outra. Porém os alunos que fazem a prova na própria Universidade têm preferência, e os outros só entram se sobram vagas.

Outra coisa interessante é que o resultado do vestibular está desvinculado da matrícula. Então a pessoa fica com aquela nota a vida toda (podendo voltar a fazer a prova se precisar subir a nota) e pode pedir para fazer a matrícula mesmo depois de vários anos de ter feito a prova.

Outra facilidade é que existem provas diferenciadas (Pruebas Libres de Acceso) para quem tem mais de 25 anos idade, mais de 40 anos de idade com experiência profissional e mais de 45 anos de idade sem necessidade de comprovar experiência. Esse último grupo faz apenas uma prova de língua espanhola e um comentário de texto.

ESTRANGEIROS. No caso dos estrangeiros, existe a possibilidade (as vezes obrigatoriedade) de fazer qualquer dessas provas desde o Brasil. Sim, isso mesmo. Uma das universidades públicas espanholas (UNED) tem um centro em São Paulo, e é possível realizar as provas do vestibular ali. Nesse caso, quem tem menos de 25 anos deve solicitar previamente a homologação do seu Ensino Médio. Veja como fazer isso aqui.

Outra possibilidade muito interessante para quem tem mais de 25 anos é fazer o Curso de Acceso a la Universidad, também prestado pela UNED. Entre outras diferenças, a principal entre o Curso e as Pruebas Libres, é que no Curso você receberá apoio acadêmico específico para a superação das provas através de monitorias presenciais na UNED e cursos virtuais, além de poder tirar suas dúvidas com os professores. Nas provas livres você se prepara sozinho e na data marcada você realiza a sua prova.

IMPORTANTE: a selectividad deve ser gradualmente eliminada nos próximos anos, de modo que a nota para admissão será a média obtida no Bachillerato (Ensino Médio) mais a média de uma prova final. Também se está autorizando a que cada Universidade estabeleça seu próprio sistema de admissão. Assim, antes de realizar a prova, se certifique do critério de ingresso utilizado pela Universidade que você tem interesse.

2. TRANSFERÊNCIA OU CONVALIDACIÓN


Outra possibilidade de entrar numa Universidade espanhola é por meio de transferência de outra Universidade (mesmo que seja brasileira). Nesse caso é preciso ter cursado ao menos 30 créditos em de matérias semelhantes em outra Universidade, e que esses créditos sejam convalidados pela Universidade espanhola onde ser quer seguir os estudos.

Assim, por exemplo, uma pessoa que cursou 1 semestre de Engenharia Mecânica no Brasil, provavelmente cursou disciplinas básicas de matemática, física, entre outras. Essa pessoa cursou matérias muito parecidas com as da Engenharia Civil na Espanha. Então ela poderá solicitar a convalidación dessas matérias na Espanha para entrar na Faculdade de Engenharia Civil, ou Mecânica, ou de Produção.

O mesmo sistema se aplica a uma pessoa que cursou parte de alguma Faculdade da área da saúde no Brasil e agora que iniciar Enfermagem ou Medicina na Espanha. Porém, a convalidação não é possível quando as disciplinas cursadas são de áreas distintas, como História e Química.

A idéia é que esses 30 créditos se correspondam a um semestre letivo, então em teoria o aluno que entra por transferência não tiraria a vaga dos alunos que entram no primeiro semestre através do vestibular. Isso não quer dizer que todas as matérias convalidadas devem ser do primeiro semestre. É apenas uma questão de que quem vem de fora se matricule como aluno do segundo semestre ou posteriores. Seria possível, por exemplo, convalidar 3 anos e meio de disciplinas e cursar apenas o último semestre na Espanha. É uma questão de planejamento.

3. TITULADOS SUPERIORES


A Espanha reserva de 1 a 3% das vagas disponíveis em todos os cursos universitários para titulados superiores que querem cursar uma Faculdade. Essa porcentagem é decidida por cada Comunidade Autônoma, mas é obrigatório que sempre se garantam essas vagas aos titulados. 

Evidentemente nem todos os titulados conseguem ingressar na Universidade dessa maneira, pois a seleção se faz pela nota média final da carreira. Então em Graduações muito disputadas, como Medicina, por exemplo, existe uma competição grande entre titulados para ingressar por essa via. É muito comum estudar carreiras parecidas como Enfermagem ou Psicologia para depois tentar o ingresso na Medicina por esse caminho.

Em outras Faculdades a disputa é menor e chegam a sobrar vagas. Nesses casos, ainda que a média final da carreira fosse a mínima (5 pontos), seria possível ingressar como titulado sem nenhum problema.

Nessa modalidade de ingresso não importa se você se formou em algo completamente diferente. O único que importa é que tenha terminado algum curso superior. Então, por exemplo, caso tenha se formado em Fisioterapia, pode entrar em Contabilidade sem nenhum problema. Para quem se formou no Brasil, o único requisito é solicitar a equivalência do Diploma brasileiro, um processo que leva aproximadamente 3 meses como comentamos aqui.

FUI APROVADO, E AGORA?


Para solicitar o visto de estudos no consulado espanhol é imprescindível obter a "carta de aceptación" da Universidade. Ademais dos outros documentos específicos para esse visto.


Como ser admitido para cursar uma Graduação em uma Faculdade na Espanha Como ser admitido para cursar uma Graduação em uma Faculdade na Espanha Reviewed by Víctor on 10:48 Rating: 5